Alckmin recebe príncipe Akishino no Palácio dos Bandeirantes

(wikipedia.org)
(wikipedia.org)
(wikipedia.org)

Encontro faz parte das comemorações de 120 anos de amizade entre Brasil e Japão

O governador Geraldo Alckmin recebeu nesta quinta-feira (29), às 18h, o príncipe Akishino e sua esposa, a princesa Kiko, da Família Imperial Japonesa. O encontro faz parte da comemoração dos 120 anos de amizade entre Brasil e Japão e teve por objetivo estreitar as relações entre as regiões.

Logo depois de audiência na residência oficial do governador, o casal imperial, acompanhado por Alckmin e pela primeira-dama Lu Alckmin, participaram de um coquetel no Hall Nobre do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

“É uma grande honra para os brasileiros de São Paulo receberem a visita de Suas Altezas Imperiais, neste ano em que se comemoram os 120 anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação, que deu início às relações diplomáticas entre nossas duas nações, e os 100 anos da instalação do consulado japonês em nosso estado”, disse o governador durante seu discurso de saudação aos presentes.

Alckmin lembrou a grande contribuição japonesa ao mundo. “Na ciência, no cinema, nas artes plásticas, na arquitetura, na tecnologia, por toda parte está presente a influência e o prestígio dos japoneses”, afirmou.

O príncipe agradeceu a recepção do governo paulista e falou sobre a primeira vez em que esteve no país. “Recordo ainda como se fosse hoje, mesmo já tendo passado 27 anos”, afirmou o príncipe que encerrou o discurso desejando que “o Estado de São Paulo se desenvolva ainda mais e que aprofundemos ainda mais os nossos laços”.

No Brasil, a comunidade japonesa e seus descendentes chegam a 1,9 milhão. Desses, mais de um milhão estão no estado de São Paulo.

Esta foi a segunda visita do príncipe Akishino, segundo na linha de sucessão ao trono, a São Paulo. A primeira vez aconteceu em 1988, quando o príncipe veio para as celebrações dos 80 anos de aniversário da chegada de Kasato Maru, o navio que trouxe os primeiros imigrantes japoneses ao Brasil.

São Paulo é o primeiro destino do casal imperial que tem uma agenda intensa no Brasil até 8 de novembro. Serão 11 dias no Brasil e, nesse período, ao todo 10 cidades serão visitadas, entre elas Curitiba, Londrina, Campo Grande, Belém, Rio de Janeiro e Brasília.

Em Brasília, o casal participa de cerimônia no Congresso Nacional para celebrar os 120 anos de amizade entre os países e fará uma visita de cortesia à presidente Dilma Rousseff.

Participaram da recepção ao príncipe, representantes da comunidade japonesa, além de autoridades como o vice-governador de São Paulo Márcio França, o secretário da Casa Civil Edson Aparecido, o presidente da Assembleia Legislativa Fernando Capez, a embaixadora do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo Débora Vainer Barenboim-Salej, o Cônsul Geral do Japão em São Paulo Takahiro Nakamae e o Embaixador do Japão no Brasil Kunio Umeda. (sp.gov.br)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA