Wikipédia bloqueia editores pagos para promover interesses no site

(AFP)
(AFP)
(AFP)

A enciclopédia colaborativa online Wikipédia bloqueou recentemente 381 contas de editores que foram usadas para acrescentar ou modificar informações na versão inglesa em troca de remuneração – segundo mensagem publicada no blog de sua fundação, Wikimedia.

Os editores envolvidos foram criticados por terem aceite ou solicitado dinheiro para promover interesses na Wikipédia sem revelar sua afiliação, o que supõe uma violação das regras de uso da enciclopédia online, detalhou a Wikimedia.

Um total de 210 artigos criados pelas contas incriminadas foram suprimidos. A maioria era relacionada a empresas, empresários ou artistas e eram “geralmente de natureza promocional” e com informações parciais, sem fontes e, inclusive, potencialmente contra os direitos de autor, ressaltou a mensagem.

A fundação destaca que as informações redigidas eram “suficientemente similares” para fazer crer que vinham de um “grupo coordenado”.

O conteúdo da Wikipédia pode ser alimentado por qualquer internauta e a maioria dos editores são voluntários. No entanto, a enciclopédia pede aos editores que informem suas fontes na medida do possível e que divulguem seus vínculos com a empresa ou pessoa sobre a qual escrevem. É o caso, por exemplo, da informação sobre instituições ou exposições em museus redigidas por seus próprios funcionários.

“A neutralidade é a chave para garantir a qualidade da Wikipédia”, comentou a Wikimedia em seu blog. “Embora não ocorram muito, edições pagas e não divulgadas podem representar um conflito de interesses sério”.

Não é a primeira vez que se regista um problema similar. As primeiras directrizes da Wikipédia sobre os conflitos de interesse remontam a 2004 e a enciclopédia já havia bloqueado centenas de contas vinculadas ao gabinete de conselho Wiki-PR em Outubro de 2013, lembrou a Wikimedia. (swissinfo.ch)

afp_tickers

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA