Vice-presidente destaca relações político-diplomática com Itália

MANUEL DOMINGOS VICENTE, VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA / ARQUIVO (Foto: António Escrivão)

Milão – O vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, realçou nesta quinta-feira, na cidade italiana de Milão, o bom momento das relações político-diplomática entre Angola e a Itália.

MANUEL DOMINGOS VICENTE, VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA / ARQUIVO (Foto: António Escrivão)
MANUEL DOMINGOS VICENTE, VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA / ARQUIVO (Foto: António Escrivão)

“As relações ficaram mais reforçadas com as recentes visitas do primeiro-ministro italiano a Angola, Matteo Renzi, e do Presidente José Eduardo dos Santos a Itália, durante as quais foram assinados importantes instrumentos jurídicos para o reforço da cooperação bilateral e multilateral”, disse.

Manuel Domingos Vicente fez esta avaliação quando intervinha na cerimónia que marcou o Dia Nacional de Angola na Expo Milão 2015, que decorre desde o dia 1 de Maio último sob o lema “Alimentar o planeta, energia para a vida”.

O certame tem como objectivo oferecer respostas concretas a uma necessidade vital: o que deve ser feito para que se possa garantir comida saudável para todos os povos, respeitando o planeta e o seu equilíbrio.

Depois de considerar positiva a cooperação entre Angola e a Itália, o vice-presidente expressou os seus agradecimentos pelo acolhimento e simpatia reservado a sua delegação, “digno da tradição histórica dos nossos dois povos e das relações exemplares que nos unem desde os primeiros dias da nossa Independência Nacional”.

Por outro lado, em nome do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a quem representou no acto, Manuel Vicente manifestou solidariedade ao Governo e ao povo italianos pelo acolhimento de centenas de milhares de refugiados africanos que diariamente chegam a Itália à procura de melhores condições de vida.

A propósito, defendeu que o fenómeno migratório é um problema que requer uma abordagem coerente e abrangente da comunidade internacional.

Na sua intervenção, o vice-presidente falou do Dia do Herói Nacional, 17 de Setembro, data em que o povo angolano presta uma profunda homenagem ao primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.

Durante a Expo, que vai até 31 de Outubro de 2015, os pavilhões e a cidade de Milão contam com actividades artísticas, musicais, espetáculos, laboratórios criativos e mostras culturais, oferecendo aos visitantes a possibilidade de conhecer e experimentar os melhores pratos do mundo e de descobrir a tradição gastronômica dos 145 países participantes.

A delegação do vice-presidente é integrada pelos ministros das Relações Exteriores, Georges Rebelo Chikoti, da Cultura, Rosa Cruz e Silva, entre outros governantes, bem como uma comitiva de músicos. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA