Uíge: Ministro da Educação inaugurada Escola de Formação de Professores do Bairro Tange

Pinda Simão, Ministro da Educação (Foto: António Escrivão)
Pinda Simão, Ministro da Educação (Foto: António Escrivão)
Pinda Simão, Ministro da Educação (Foto: António Escrivão)

Uma escola para Formação de Professores com capacidade para albergar mais de dois mil alunos em turnos, foi inaugurada, sábado na aldeia Tange, pelo Ministro da Educação, Pinda Simão.

O estabelecimento escolar que formará professores nas opções de Matemática e Física, Biologia e Química, História e Geografia, Língua Portuguesa, Educação Moral e Cívica, Língua Inglesa e Francesa, foi construída no âmbito do Programa de Investimentos Públicos do governo da Província do Uíge.

A mesma é composta por três laboratórios, uma sala de informática, biblioteca, sala de professores, área administrativa completa, oito casas de banho múltiplas, e outros compartimentos, construída no Bairro Tange, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP) do governo provincial do Uíge.

A instituição que possui água canalizada será sustentada por um grupo gerador de 32 KVA e vai absorver educandos do I e II ciclos do Ensino Secundário com a missão de formá-los em matéria pedagógica, com vista a contribuir na qualidade de ensino na província.

Na sua intervenção, o Ministro Mpinda Simão pediu a comunidade estudantil a cuidarem do imóvel por formas a servir igualmente as futuras gerações.

“Cuidarem bem essa escola, porque é património de todos para que a geração que vai iniciar os seus estudos nesta, possa deixá-la em melhores condições para aqueles que virão mais tarde”, enfatizou o Ministro.

O governador do Uíge, Paulo Pombolo disse que o investimento visa formar a nova geração, os quadros que amanhã irão continuar a conduzir os destinos da província e do país em geral, augurando ainda que a mesma, forme professores com um perfil totalmente diferente daquele que se tem estado a constatar em algumas comunidades.

“Esta escola tem 27 salas de aulas, quatro laboratórios e a parte administrativa, está a ser entregue hoje, para que a direcção provincial e municipal da educação, possam cuidar dela. A comunidade do Tange queremos também pedir o vosso apoio, evitar que a escola seja vandalizada como temos estado a assistir em outros bairros”, apelou.

Na sua mensagem ao acto, os alunos da localidade agradeceram o governo provincial do Uíge pela colocação daquela importante infraestrutura que em muito vai contribuir para a formação dos futuros professores e consequentemente a melhoria da qualidade do ensino.

“Gostaríamos de agradecer ao governo da província pela iniciativa da construção de mais uma escola que servirá para a nossa formação e consequentemente na mudança de vida de muitas famílias pois é a sua missão formar cidadãos para a gestão de novos conhecimentos com visão humanista, crítica e reflexiva, pois que apesar da crise económica que assola o país, pensaram em nós e nas futuras gerações que passarão por esta escola”, realçaram os alunos.

A mesma passará a designar-se, Escola de Formação de Professores “General Pedro Benga Lima Foguetão” do Uíge, em homenagem ao malogrado, natural do município do Bembe (Uíge), que em muito contribuiu para o desenvolvimento da região e do país em geral.

Por seu turno, os familiares do malogrado agradeceram a homenagem merecida ao general Pedro Benga Lima “Foguetão”, em reconhecimento do abnegado trabalho feito tanto na província do Uíge, como no país em geral. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA