Serra-Leoa: Descoberto novo caso de Ébola numa aldeia

ERNEST BAI KOROMA - PR DA SERRA -LEOA (Foto: Angop)

Freetown – Um novo caso de Ébola foi descoberto numa aldeia no norte da Serra-Leoa, local em quarentena, após a morte no final de Agosto de uma mulher de 67 anos vítima do vírus, disse domingo à noite o presidente serra-leoanês, Ernest Bai Koroma.

ERNEST BAI KOROMA - PR DA SERRA -LEOA (Foto: Angop)
ERNEST BAI KOROMA – PR DA SERRA -LEOA (Foto: Angop)

O chefe de Estado precisou que o novo caso, uma mulher teve teste positivo sábado, e ela  tinha contacto com uma vendedora de comida , morta a 28 de Agosto na aldeia de Sell Kafta, no distrito de Kambia.

“Este incidente lembra-nos que o Ébola continua presente e que devemos respeitar as medidas de precaução tomadas pelas autoridades sanitárias”, acrescentou.

Os responsáveis da saúde do distrito de Kambia interrogados pela AFP precisaram que a mulher que teve teste positivo sábado era sobrinha da falecida no final de Agosto.

Pouco antes desses novos casos, a Serra-Leoa esperava estar no bom caminho para erradicar o vírus, após a alta hospitalar, a 24 de Agosto, em Makeni (centro – norte), do último paciente conhecido do Ébola, depois de mais de duas semanas sem nenhuma nova contaminação.

A Aldeia de Sellu Kafta, cuja população se aproxima de mil habitantes, foi colocada em quarentena na semana passada por 21 dias, o período máximo de incubação do vírus.

Uma centena de pessoas começou a receber uma vacina testada com sucesso na vizinha Guiné. Segundo as autoridades sanitárias, a vacinação está a progredir de forma satisfatória.

A epidemia do Ébola na África do Oeste é a pior desde a identificação do vírus na África Central, em 1976.

Ela começou em Dezembro de 2013 no sul da Guiné, fez mais de 11.300 mortos em 28 mil casos um balanço sub-valorizado, pela OMS. Mais de 99% das vítimas estão concentradas nestes três países. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA