Salão Automóvel Frankfurt 2015: De carro, mas sem ter que dirigir

BMW (BMW)
BMW (BMW)
BMW (BMW)

Com mais lançamentos do que na edição de 2014, o Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt apresenta as tendências do sector, que tem cada vez maior presença de automóveis automatizados.

“Olha pra mim, estou a guiar sem as mãos!” Este poderia ser muito bem o slogan desta edição do Salão Internacional do Automóvel (IAA), que começa nesta quinta-feira (17/09), em Frankfurt, e vai até o dia 2 de Outubro.

Porém, os organizadores da maior feira de veículos do mundo acabaram preferindo outra frase. “Mobility connects” (a mobilidade conecta) pode não ser muito vanguardista, mas carrega a mesma mensagem: a direcção automatizada é o grande destaque da IAA neste ano.

Na feira, a BMW apresentará o seu sistema de estacionamento por controle remoto para o novo modelo da Série 7. Com ele, o motorista pode estacionar sem estar ao volante. A Google também vai apresentar um sistema para direcção automática em Frankfurt.

Em uma pesquisa com cem gerentes da indústria automóvel, realizada pela Associação Alemã de Informação e Comunicação (Bitkom), dois terços dos entrevistados afirmaram esperar que, em 2030, a direcção sem motoristas será algo comum no quotidiano.

Com os novos automóveis tornando-se cada vez mais plataformas móveis com acesso à internet, uma pergunta ocupará os visitantes da IAA: Gigantes da tecnologia como Google ou Apple poderão, em breve, concorrer no mercado automóvel em igualdade com as clássicas fabricantes de automóveis?

O paraíso off-road

Porém, o Salão de Frankfurt não está acelerando somente em direcção ao futuro. Na feira, mais de 200 novos modelos “contemporâneos” vão apresentar ao público. Veículos off-road ou SUV’s (Sport Utility Vehicles – veículos de utilidade desportiva) são um dos destaques. Os fabricantes de luxo Bentley e Jaguar vão revelar os novos modelos a partir de quinta-feira: o Bentayga e o F-Pace SUV.

A Lamborghini, que pertence à Volkswagen, também entrou na corrida e vai produzir um SUV de luxo na Itália, o Urus. Em 2018, o modelo deve chegar ao mercado. Especialistas acreditam que os SUV’s são o novo símbolo de status nas ruas. Paralelamente a isso, porém, as vendas de modelos desportivos registam uma queda.

Mesmo assim, os aficionados pela velocidade não vão se decepcionar. No Salão de Frankfurt, a Rolls-Royce apresentará o modelo Dawn, um convertível com quatro lugares. Além da fabricante britânica, Ferrari e Lamborghini também vão expor modelos convertíveis – o V8 488 Spider e o Huracan Spyder.

Maior que no ano passado

Com um total de 210 automóveis, a feira deste ano terá um terço a mais de modelos em comparação com a edição de 2014. Desses, 30 são da Alemanha, e 26, de outros países europeus.

A IAA 2015 terá 1103 expositores, de 39 países, em uma área de 233 mil metros quadrados. A organizadora da feira, a associação de automóveis alemã VDA, contabilizou que o espaço corresponde a 33 campos de futebol profissional.

Mas ainda é preciso esperar para saber em quais mercados esses veículos alcançarão o maior sucesso. Em relação à demanda global, o Salão de Frankfurt encontra-se entre dois polos: enquanto as vendas nos Estados Unidos e na Europa apresentam um crescimento robusto, o mercado chinês para veículos de maior preço está retraindo – afinal, a segunda maior economia do mundo tem dado sinais de desaceleração.

Assim, uma questão será discutida em exaustão no evento: de que forma uma mudança da demanda influencia a produção? Ou melhor: o que e onde será produzido no futuro? (DW)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA