Programa de televisão “The One by Sprite” leva angolanos à NBA

BASQUETEBOL ANGOLANO PODE TER UM REPRESENTANTE NA NBA (Foto: Angop)

A tão almejada presença de jogadores angolanos na “National Basketboll Association – NBA” pode tornar-se facto, a partir de 2016, em virtude do lançamento, em Outubro deste ano, de um programa de televisão intitulado “The One by Sprite”, que visa a descoberta de jovens talentos e canaliza-los ao melhor campeonato do mundo, a liga norte-americana.

BASQUETEBOL ANGOLANO PODE TER UM REPRESENTANTE NA NBA (Foto: Angop)
BASQUETEBOL ANGOLANO PODE TER UM REPRESENTANTE NA NBA (Foto: Angop)

A selecção dos candidatos acontece nos dias 10 e 11 do próximo mês, mas só será exibida no canal dois da Televisão Pública de Angola (TPA”) no dia 26 do mesmo mês. Apenas um, dos 32 melhores jogadores, que competirão entre si, vencerá o troféu “The One” e terá o privilégio de viajar aos Estados Unidos da América para, durante dois meses, treinar na Jason Wright School, a principal porta de entrada à NBA.

De acordo com um comunicado de imprensa da empresa Nuno Martins, promotora do concurso, os candidatos passarão primeiramente por um teste antropométrico para se lhes aferir a envergadura, altura, força, velocidade e agilidade e, posteriormente (já durante a competição), as habilidades técnicas, tais como ataque, dribles, passes e defesa.

O documento acrescenta que o concurso foi apresentado publicamente na segunda-feira (dia 21) e que o programa televisivo será apresentado semanalmente, contemplando um total de 13 episódios, de 45 minutos.

Sublinha ainda que para os três primeiros classificados estão reservados, como compensação, um valor global equivalente a cinco milhões de kwanzas (5.000.000,00 Akz).

“Com uma dinâmica similar a um Talent Show, o programa tem como principal objectivo a descoberta de um novo talento angolano para o basquetebol. Todos os testes e desafios propostos são os usados nos treinos da NBA e nunca foram usados em Angola”, refere a nota, adiantando que a Coca-Cola Company, através da Sprite, constitui o principal patrocinador deste concurso anual.

Apesar de possuir 11 títulos de campeão africano de basquetebol, recorda o informe, Angola não tem nenhum jogador no mais importante campeonato da modalidade: a NBA, porquanto, o objectivo do programa é construir um acervo de talentos para fortalecer o desenvolvimento da modalidade, assim como criar redes de contactos e promover o basquetebol angolano nos EUA. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA