Produção agrícola aumenta nos municípios

Produtos agrícolas (Foto: Angop)
Produtos agrícolas (Foto: Angop)
Produtos agrícolas (Foto: Angop)

Os índices de produção agrícola, escoamento e transformação dos produtos agrícolas  nos municípios do norte da província da Huíla estão a aumentar significativamente nos últimos tempos, em função dos incentivos do Executivo aos camponeses e agricultores, disse, sábado, Vitória Ribas, representante dos agricultores e camponeses dos municípios de Caluquembe, Caconda, Chicomba, Matala e Quipungo, que participaram na oitava edição da Expo-Agropecuária.

Vitória Ribas disse, em nome dos associados e empresários, que se vê com muita alegria e satisfação o franco crescimento do município de Caluquembe nas obras que estão a ser construídas, na sua maioria lojas, pequenos e grandes empreendimentos a reabrirem, numa altura em que o país comemora  40 anos da Independência Nacional.

A Expo-Agropecuária está enquadrada  nas comemorações dos 50 anos da ascensão de Caluquembe a município e  contou com a participação de dezenas de camponeses associados e agricultores das comunas da Negola, Calepi, Sandula e dos municípios vizinhos.

O momento é de festa e ao mesmo tempo de reflexão, em busca de novas soluções e vias para a rápida adaptação rumo à consolidação da diversificação da economia, com a participação dos agricultores e camponeses, facto este demonstrado com a exposição de milho, gergelim, ginguba, mandioca, abóbora, feijão, pepino, batata, repolho, cana-de-açúcar, café, soja e outros, produzidos no campo, disse Vitória Ribas. Em parceria com o Instituto Nacional de Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), a Associação Agropecuária, Industrial e Comercial da Huíla realizou ainda duas formações na área de empreendedorismo dirigido à pequenas e médias empresas, com uma participação satisfatória, referiu Vitória Ribas, que salientou que se deve continuar a investir na criatividade para se realizar os desafios no sentido de criar estratégias que visam ultrapassar as dificuldades, como a falta de créditos bancários, para que, nos próximos tempos, sejam atingidos níveis aceitáveis na região produtiva. “Temos de assumir com elevado orgulho as nossas responsabilidades como empreendedores, e contar com a intervenção do Governo.”

Potencial agrícola e pecuário

Norberto Luís, membro de direcção da Associação Provincial Comercial, Industrial da Huíla (AAPCIL), disse que a província das Huíla é dotada de um enorme potencial agrícola e pecuário, nos quais está assente o desenvolvimento.
“É com satisfação que registo a aprovação de alguns projectos no sector agrícola e agropecuário. (jornaldeangola.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA