Por falta de rendimento escolar pai mata filha de 12 anos no Lubango

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Uma menina de 12 anos de idade, que em vida chamou-se Erica Josefina Tytemi Tyfeta, foi morta a pancada pelo próprio pai no bairro Comandante Cowboy, arredores da cidade do Lubango, província da Huíla, do dia 15 de Setembro do ano em curso

Esta informação foi prestada pelo porta-voz em exercício do Comando Provincial da Policia Nacional na Huíla, Intendente Eduardo Pintal, durante a realização do balanço da actividade operativa da corporação no decurso de sete dias (de 9 a 15 de Setembro). De acordo com o porta-voz, o crime foi motivado pela falta de um rendimento escolar positivo, por parte da filha, o que levou o pai a espancar a filha que veio a falecer horas depois no Hospital Pediátrico Pioneiro Zeca.

“Durante o período em referência, o Comando Provincial registou um homicídio no dia 15 deste mês, por espancamento pelo pai contra a menor de 12 anos que atendia pelo nome de Erica Josefina Tytemi Tyfeta, no interior da sua residência, no Bairro Comadante Cowboy. Segundo o historial, o crime aconteceu quando a vítima foi interpelada pelo pai, que espancou-a tendo sucumbido 4 horas depois no hospital pediátrico do Lubango” disse.

O porta-voz, adiantou que o pai da menina, de nome Idalino Fernando Tchipa, está detido preventivamente numa das cadeias da capital huilana. No mesmo periódo, foram igualmente registados mais 5 homicídios voluntários que vitimaram 5 cidadãos entre os quais um de origem Namibiana.

Este último, de acordo com o porta- voz do Comando Provincial, foi praticado na Comuna da Huila município do Lubango, no dia 12 de Setembro, como consequência de desavenças acontecidas depois do jogo de futebol entre o Primeiro de Agosto e o Petro de Luanda.

Eduardo Pintal adiantou que o crime foi praticado supostamente pelo nacional Francisco Xavier Alfredo, de 21 anos de idade contra o cidadão que em vida chamava-se Tomás Elifavali Epitwapi, também de 21 anos de idade, funcionário da IMOSUL.

“Julgamos aqui que o crime foi motivado por discórdia ou desavença depois de ébrios, logo a seguir ao jogo entre o Primeiro de Agosto e o Petro de Luanda. Achamos que estavam a discutir o resultado do jogo e pelo estado emocional em que se apresentavam acabaram por não controlar as emoções, o que terminou com essa tragédia lamentavel” enfatizou o porta-voz.

A prática destes delitos, resultou na detenção de 9 pessoas. Geograficamente, o município do Lubango lidera a lista com 4 homcidios, seguido pelos município de Quipungo e Cacula, com 2 cada um. (opais.ao)

3 COMENTÁRIOS

  1. Esse senhor tem que aprender que criança e criança não tem culpa das nossas acções, segundo educar crianças é com diálogo e algumas chapadas que é dada nas nádegas
    e que bater não iduca e nunca se faz justiça com as mãos própria
    conclusão: este sr tem que apanhar 25 anos de prisão por homicídio voluntário.

  2. Estudar Não Obriga-se , Transformar Uma Criança Em Super Doctado Praquê , O Proveito Do Estudo , Colhe-se No Fím Do Ano , Foi Mas Um Animal (Burro) Localizado. Mas Num Pode Ser Julgado Porque Se Calhar Ele Também Passou Por Isso Mas Esse Num Éh O Caso .

DEIXE UMA RESPOSTA