Petróleo fecha em queda devido ao pessimismo na economia mundial

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O petróleo caiu nesta segunda-feira em Nova York devido à inquietude sobre a desaceleração da economia mundial que fez cair os preços das acções e das matérias-primas.

O barril de “light sweet crude” (WTI) para entrega em Novembro caiu para 44,43 dólares; 1,27 dólar a menos do que na sexta-feira passada.

No mercado de Londres, o barril de Brent para entrega em Novembro teve queda de 1,26 dólar, a 47,34 dólares.

“O mercado está muito volátil mas não só para o petróleo”, disse Oliver Sloup, analista do iiTrader.com.

A queda de preços, para Sloup, reflectem os dados desfavoráveis da China, cujas indústrias sofreram uma queda anual de lucros de 8,8% em Agosto.

“A China é um dos maiores consumidores mundiais de petróleo bruto e se ela crescer mais lentamente ninguém a poderá substituir em um futuro próximo”, afirma Sloup.

“O crescimento mais fraco não é só da China. A própria diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, disse que em todo o mundo haverá uma queda do crescimento económico”, lembrou Phil Flynn da Price Futures Group.

“Pelo lado da oferta de petróleo bruto, persiste a oferta excessiva”, apontou Sloup.

Matt Smitt, da ClipperData, alertou que o ministro do petróleo do Kuwait se opôs a convocar uma reunião extraordinária da Opep para discutir a produção.

Esse dado confirma novamente que os maiores produtores recusam-se a reagir diante do baixo patamar dos preços, mesmo diante da perspectiva de que o Irão volte ao mercado assim que sejam suspensas as sanções por seu programa nuclear, o que não deve demorar muito. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA