Pentágono diz que acção da Rússia na Síria aviva ainda mais o conflito

O secretário americano de Defesa, Ashton Carter, em Arlington, no dia 21 de setembro de 2015 (Foto: Chip Somodevilla/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP)
O secretário americano de Defesa, Ashton Carter, em Arlington, no dia 21 de setembro de 2015 (Foto: Chip Somodevilla/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP)
O secretário americano de Defesa, Ashton Carter, em Arlington, no dia 21 de setembro de 2015 (Foto: Chip Somodevilla/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP)

A nova estratégia da Rússia na Síria, com ataques aéreos, poderá inflamar ainda mais o conflito que já se arrasta há vários anos, opinou nesta quarta-feira o secretário americano da Defesa, Ashton Carter, falando à imprensa.

A abordagem adoptada por Moscovo equivale “atirar lenha no fogueira”, afirmou Carter, horas depois do anúncio da operação russa.

Segundo o Pentágono, os ataques russos na Síria provavelmente não ocorrem em áreas dominadas pelo grupo Estado Islâmico, como alega Moscovo. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA