Palestinos adiam primeiro congresso em 20 anos

(swissinfo.ch)
(swissinfo.ch)
(swissinfo.ch)

A liderança Palestina anunciou nesta quarta-feira o adiamento da convocação de seu primeiro congresso em 20 anos, em um contexto de incertezas envolvendo o futuro do presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.

O adiamento do Conselho Nacional Palestino (CNP, parlamento de 700 membros procedentes dos territórios palestinos e do exterior) não pode exceder três meses, afirmou à imprensa em Ramallah o presidente do CNP, Salim al-Zaanun.

O congresso do CNP estava programado para os dias 14 e 15 de setembro. O organismo não se reúne há 20 anos.

O CNP havia sido agendado em um clima de profunda incerteza sobre o futuro da direção palestina e com especulações sobre uma possível saída do presidente Abbas.

Mahmud Abbas anunciou recentemente que deseja deixar o cargo à frente da OLP (Organização para a Libertação da Palestina), cujo comitê executivo é a única instância habilitada para tomar decisões em nome dos palestinos em temas como um eventual processo de paz com Israel.

Outros nove membros do comitê executivo também apresentaram suas renúncias, que, no entanto, apenas serão efetivas quando acontecer o CNP. Desta maneira, Abbas continua sendo o presidente da Autoridade Palestina e o líder de seu partido, o Fatah.

As especulações sobre as verdadeiras intenções de Abbas são múltiplas, em um cenário de paralisação total nas negociações entre israelenses e palestinos, com estes últimos extremamente divididos.

afp_tickers (Swissinfo)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA