PAIGC indica Carlos Correia para governar Guiné-Bissau

(RFI)
(RFI)
(RFI)

O PAIGC escolheu ontem Carlos Correia como o novo líder do novo governo. A escolha foi feita depois da reunião ontem do bureau político, tendo Carlos Correia obtido 68 dos 69 votos dos membros do partido. A proposta vai ser agora submetida ao chefe de Estado, José Mário Vaz.

Depois da reunião do bureau político o partido enviou uma carta formal com o nome de Carlos Correia como candidato ao cargo de primeiro-ministro mediador da crise na Guiné-Bissau ao ex-presidente da Nigéria. Aos 81 anos Carlos Correia poderá vir a governar o país pela quarta vez.

Será Olesegun Obasanjo, enquanto representante da CEDEA- Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental a entregar a proposta do partido maioritário ao Chefe de Estado, José Mário Vaz.

Em declarações aos jornalistas, ontem à noite, Domingos Simões Pereira justificou que a decisão de abdicar resulta de alguns apelos de cedência vindos de vários quadrantes nacionais e internacionais. O líder do PAIGC acrescentou ainda que se trata de “direito normal” e consta dos estatutos do partido que indicam que, em caso de vitória de eleitoral, é o presidente do partido que chefia o executivo.

A Guiné-Bissau está há mais de um mês sem executivo, depois do chefe de Estado ter demitido Domingos Simões Pereira a 12 de Agosto, alegando falta de confiança política. José Mário Vaz viria depois a nomear Baciro Djá, terceiro vice-presidente do PAIGC, uma medida considerada inconstitucional ” na forma e na matéria” pelo Supremo Tribunal de Justiça. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA