Níger: Comissão dos Direitos Humanos exorta burkinabes a buscar consenso

Níger Bandeira (D.R)

Niamey – A Comissão Nigerina dos Direitos Humanos (CNDH) declarou-se domingo “profundamente indignada” pela situação política prevalecente no Burkina Faso e condenou “com a maior firmeza” o entrave ao processo democrático no país, desde a destituição do governo de Blaise Compaoré, instando as partes a primar pelo consenso.

Níger Bandeira (D.R)
Níger Bandeira (D.R)

Num comunicado, a CNDH pede o regresso “rápido e incondicional” ao processo democrático para terminar a instauração de instituições republicanas.

A CNDH “exorta as forças vivas do Burkina Faso” a adoptar um procedimento concertado, inclusivo, consensual que bana qualquer ressentimento, para permitir ao povo burkinabe soberano sancionar livremente os actores políticos pela livre expressão dos sufrágios.

Exorta igualmente o Grupo dos países do Sahel para a Segurança e Desenvolvimento (G5 Sahel), a CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e a União Africana (UA) a aportar, para além das posições de princípio adoptadas, “os apoios necessários e apropriados” na resolução rápida e feliz da crise burkinabe. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA