Namibe: Estudantes preocupados com o excessivo uso de bebidas alcoólicas pela juventude

Estudantes do namibe nas jornadas cientificas (Foto: Evaristo Joaquim)
Estudantes do namibe nas jornadas cientificas (Foto: Evaristo Joaquim)
Estudantes do namibe nas jornadas cientificas (Foto: Evaristo Joaquim)

Estudantes da província do Namibe manifestaram-se hoje, quinta-feira, preocupados com o uso excessivo de bebidas alcoólicas por parte da juventude, factor que tem provocado, em muitos casos, a desestruturação familiar, abandono de emprego e acidentes.

Tal inquietação foi manifestada pelos estudantes do colégio Pitágoras no Namibe que dissertam nas jornadas científica da instituição um tema relacionado com este fenómeno, que concluíram que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas atingiu proporções alarmantes, provocando muitas vítimas, principalmente no seio da juventude.

O estudante Enselmo Morais afirmou que o estudo de pesquisa feito em alguns bairros periféricos da província apontam como factores a falta de ocupação das famílias, principalmente dos jovens, falta de emprego, entre outros.

Para o combate deste hábito, os estudantes opinam que o ideal seria que o governo, organizações juvenis, igrejas e outras entidades afins realizassem actividades como palestras, fomento do emprego e meetings desportivos, ocupando assim os tempos livres dos jovens.

Os discentes adiantam ainda que as igrejas devem exercer o seu verdadeiro papel na evangelização, pois a palavra de Deus é um tónico a que ninguém consegue resistir, por ter uma força que leva qualquer cidadão a deixar os maus vícios e seguir apenas o caminho certo, Jesus Cristo.

Pais e encarregados de educação afirmam que o mal não está na educação familiar, mas sim na má convivência dos filhos, tendo em conta que em casa têm um comportamento positivo e na rua tudo muda, acabando por seguir os maus hábitos, enveredando para o consumo de bebidas alcoólicas, drogas, prostituição e a própria falta de educação. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA