Moldavos querem presidente na rua (vídeo)

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

Dezenas de milhares de pessoas desfilaram pelas ruas da capital do país, Chisinau, para pedir a demissão do presidente Nicolae Timofti e a realização de eleições antecipadas.

Acusam o presidente, considerado próximo dos oligarcas, de não fazer o suficiente para combater a corrupção. O país foi abalado por um escândalo financeiro que fez com que mil milhões de euros, cerca de um terço do PIB do país, desaparecesse dos bancos moldavos.

“Mesmo se os mil milhões de euros voltarem, isso não satisfaz os cidadãos. As autoridades têm de mudar. Queremos que sejam substituídas e que haja eleições antecipadas”, diz um manifestante.

Outra participante na manifestação acrescenta: “Queremos fazer parte da Europa, queremos que as nossas crianças vivam em casa e que os pais possam tratar delas. Queremos livrar-nos destes gatunos e viver num país civilizado”.

Os manifestantes, que se estima terem sido entre 50 e 100 mil, exigem que a eleição do presidente passe a ser feita por sufrágio universal e que o país volte ao caminho da aproximação com a União Europeia. Pedem ainda a demissão do governador do Banco Central e do Procurador-Geral. (euronews.com)

por Ricardo Figueira | Com AFP, REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA