Ministra das Pescas realça benefícios da aquicultura na economia

MINISTRA DAS PESCAS, VICTÓRIA DE BARROS NETO (Foto: Gaspar Dos Santos)

A ministra das Pescas, Victória de Barros Neto, realçou hoje (segunda-feira), em Luanda, os benefícios sociais e económicos gerados pela actividade pesqueira e a aquicultura junto das comunidades do país , bem como destacou o impacto dessas acções no equilíbrio da biodiversidade e do meio ambiente.

MINISTRA DAS PESCAS, VICTÓRIA DE BARROS NETO (Foto: Gaspar Dos Santos)
MINISTRA DAS PESCAS, VICTÓRIA DE BARROS NETO (Foto: Gaspar Dos Santos)

Segundo Victória de Barros Neto, que falava da abertura da “Conferência nacional de investigação marinha”, para manter esse equilíbrio torna-se fundamental observar as melhores práticas e investir mais na investigação e desenvolvimento.

Afirmou que o referido investimento deve alargar-se à disseminação do conhecimento sobre os oceanos, gestão da pesca e aquicultura, bem como sobre as novas tecnologias que visam beneficiar o ecossistema e minimizar os riscos.

A governante defendeu a definição de políticas e medidas para a recuperação dos recursos e o aprofundamento do conhecimento relativo à variabilidade ambiental e dinâmica dos recursos.

Alertou para a necessidade de fomentar o intercâmbio científico e a implementação de projectos de investigação nas áreas de conservação e restauração dos “habitat” naturais para reduzir a vulnerabilidade e aumentar a resiliência aos impactos das mudanças climáticas.

Sublinhou o facto de o país estar engajado na definição e aplicação de uma estratégia marítima que responda às ameaças e oportunidades conterrâneas, no quadro do desenvolvimento da economia azul. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA