Migração: Vice-presidente da Comissão Europeia diz que Europa enfrenta “hora da verdade”

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

Solidariedade é a palavra-chave para fazer frente à crise migratória que afeta o velho continente, razão pela qual, segundo fontes comunitárias, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, vai propor aos Estados-membros que recebam mais 120 mil refugiados a somar aos 40 mil propostos inicialmente.

De visita à ilha grega de Kos, uma porta de entrada, o vice-presidente do executivo comunitário, Frans Timmermans apelou, esta sexta-feira, à unidade europeia: “Kos encontra-se na linha da frente, mas a ilha não pode lidar sozinha com este problema. Trata-se de um desafio global que requer soluções europeias e solidariedade europeia. Estamos perante a hora da verdade na história europeia.”

Também de visita à Grécia, esta sexta-feira, o comissário Europeu para a Imigração, Assuntos Internos e Cidadania, Dimitris Avramopoulos, sublinhou que o país poderá beneficiar de 474 milhões de euros até 2020.

Em Atenas, os representantes europeus reuniram-se com responsáveis da agência do controlo de fronteiras, Frontex, já que Bruxelas espera reforçar o acolhimento com pontos chave no terreno. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA