Luta contra Boko Haram, tema central de visita de presidente nigeriano à França

(AFP)
(AFP)
(AFP)

França e Nigéria insistiram na necessidade de combater os islamitas do Boko Haram assim como o grupo Estado Islâmico (EI), afirmou nesta segunda-feira em Paris, em seu primeiro-dia de visita oficial à França, o presidente nigeriano Muhamadu Buhari.

“O Boko Haram, como sabemos, está vinculado ao Daesh (acrónimo árabe do EI) do qual recebem ajuda e apoio”, declarou o presidente francês, François Hollande, após entrevista com seu par nigeriano.

A ameaça é regional, destacou Buhari. “O campo de batalha do Boko Haram é a Nigéria, mas o grupo estendeu suas operações ao jurar fidelidade ao EI”, afirmou o presidente nigeriano, que ultimamente tem se aproximado dos países vizinhos francófonos devido ao conflito.

Desde sua eleição, no final de Maio passado, Buhari tomou como prioridade a luta contra esta organização islamita, a qual é responsabilizada pela morte de mais de 15.000 pessoas em seis anos, sobretudo no nordeste da Nigéria.

Em sua visita a Paris, o presidente da primeira potência económica africana, principal sócio comercial da França na África subsaariana, também trata com seu par francês sobre assuntos económicos bilaterais. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA