Lunda Sul: Cultura aposta na descoberta de novos talentos

MARIA MABAIA, CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ACÇÃO CULTURAL DA LUNDA SUL (Foto: Ekovongo Bonga)
MARIA MABAIA, CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ACÇÃO CULTURAL DA LUNDA SUL (Foto: Ekovongo Bonga)
MARIA MABAIA, CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ACÇÃO CULTURAL DA LUNDA SUL (Foto: Ekovongo Bonga)

A descoberta de novos talentos nas áreas das artes plásticas, música, dança, teatro, humor e literatura são, entre outras, a nova aposta da Direção Provincial da Cultura da Lunda Sul, com vista a incentivar a juventude a contribuir no desenvolvimento do sector na região.

O facto foi revelado hoje, terça-feira, à Angop, pela chefe do departamento da acção cultural, Maria Mabaia, salientado que o projecto não só abrangerá as sedes municipais mas também as comunidades rurais, sobretudo nas áreas da dança e da música.

A responsável apontou ainda a aposta na recuperação dos monumentos e sítios não classificados, bem como incentivar actividades culturais nos quatro municípios, designadamente Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo, para que a cultura Tshokwe, sobretudo, seja cada vez mais valorizada e divulgada.

Informou que o sector controla cinco bandas musicais, 36 músicos individuais, 16 grupos corais, 11 grupos de dança, oito cantores, cinco artistas plásticos, sete grupos teatrais, 12 promotores de evento, quatro centros recreativos, três associações culturais e uma brigada jovem de literatura.

Revelou que o sector recebeu de Janeiro a presente data, mais de três mil propostas de obras científicas e registou 600 leitores na biblioteca municipal de Saurimo.

Sob o controlo estão 14 monumentos e sítios classificados, 54 igrejas com personalidades jurídicas legais e 15 associações religiosas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA