Lisboa vai receber a Web Summit em 2016

(jornaldenegocios)
(jornaldenegocios)
(jornaldenegocios)

A capital portuguesa foi a escolhida para receber, durante três anos, uma das maiores conferências europeias de tecnologia que na edição de 2016, que vai decorrer em Novembro, deverá contar com 40 mil participantes.

Lisboa vai receber a Web Summit em 2016, 2017 e 2018. Este é um dos mais importantes eventos europeus de tecnologia, empreendedorismo e inovação. A maior cidade portuguesa era uma das duas finalistas e bateu Amesterdão na final.

O evento deverá contar com 40 mil participantes, mais de duas mil empresas, mil investidores e 650 oradores das maiores tecnológicas globais. O apoio público que será dado a este evento ascende a 1,3 milhões de euros.

A candidatura de Lisboa foi organizada pelo Turismo de Portugal, Associação Turismo de Lisboa (ATL) e AICEP (Agência de Investimento de Portugal), tendo contado também com o apoio institucional do Governo e da Câmara Municipal de Lisboa.

Este evento contará com 40 mil participantes, segundo uma estimativa feita recentemente pela ATL, “devido ao seu forte posicionamento turístico, à excelente qualidade da oferta de infra-estruturas e serviços e, também, devido à relevância internacional cada vez maior do seu “ecossistema” de startups”.

Lisboa tem já garantido que receberá este evento em 2016, 2017 e 2018. Poderá vir a receber a conferência em 2019 e 2020, mas estes dois anos ainda não estão fechados.

Na última edição do evento em 2014, 22 mil participantes estiveram em Dublin, gerando um volume de negócios para a capital irlandesa de 100 milhões de euros, segundo contas oficiais.

Com estes números em mente, o Governo português estima que o evento poderá gerar um retorno de 175 milhões de euros para a cidade de Lisboa em termos de restauração e hotelaria, segundo as contas do secretário de Estado adjunto Leonardo Mathias.

“Após uma análise cuidada, decidimos transferir a Web Summit para Lisboa. Este evento tem crescido para além de todas as nossas expectativas, queremos que continue a crescer e que os nossos participantes possam obter a melhor a experiência possível”, anunciou em Lisboa esta quarta-feira, 23 de Setembro, o presidente-executivo da Web Summit, Paddy Cosgrove.

Mas, entre tantas cidades europeias, porque é que Lisboa foi escolhida para receber este evento? “Escolhemos Lisboa por causa das boas infra-estruturas, o incrível local que acolherá o evento e da crescente comunidade startup. Estamos ansiosos por trabalhar com a comunidade empresarial de Lisboa”, destacou Paddy Cosgrove. (Jornaldenegocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA