Líder da RENAMO sai ileso de ataque do exército

O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama. (Foto: D.R.)
O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama. (Foto: D.R.)
O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama.
(Foto: D.R.)

O líder da Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), Afonso Dhlakama, escapou ileso, este sábado, a um ataque das forças armadas moçambicanas, na sequência de uma emboscada à caravana de automóveis em que seguia e que se saldou em cinco feridos, um dos quais em estado grave.

O ataque, que teve lugar na província de Manica, no centro do país, foi levado a cabo pela Unidade de Intervenção Rápida (UIR) das forças de defesa e segurança de Moçambique, avançam os jornalistas da Lusa, que presenciaram o ataque.

Os homens da RENAMO contra-atacaram e entraram no mato em perseguição da UIR. O automóvel de Afonso Dhlakama não foi atingido na troca de tiros. (abola.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA