Líbia: Quatro mil e 950 emigrantes socorridos ao largo de Tripoli

EMIGRANTES RESGATADOS NA COSTA DA LÍBIA (Foto: AFP)

Tripoli – Os guardas costeiros da Marinha de Tripoli socorreram, domingo, 215 emigrantes clandestinos de diversas nacionalidades, incluindo mais de 50 mulheres e um bebé, que estavam a bordo de dois navios pneumáticos, enquanto a marinha italiana salvou sábado pelo menos quatro mil e 700 migrantes proveniente das costas líbias.

EMIGRANTES RESGATADOS NA COSTA DA LÍBIA (Foto: AFP)
EMIGRANTES RESGATADOS NA COSTA DA LÍBIA (Foto: AFP)

A operação de salvamento de domingo ocorreu ao largo da zona de Sidi Bennour, a cerca de 10 milhas no nordeste de Tripoli, indicou o porta-voz oficial da Marinha líbia, Ayoub Gacem.

Explicou que as instituições e serviços abrangidos assistiram os emigrantes que mostravam sinais de cansaço extremo, em particular as mulheres e as crianças.

Por seu turno, as forças da Guarda Costeira italianas relataram sábado ter salvado cerca de quatro mil e 700 emigrantes ao largo das costas da Líbia que tentavam atingir a Europa.

Os guardas costeiros italianos indicaram, num comunicado, ter coordenado 20 operações de salvamento nas quais participaram vários navios que recuperaram quatro mil e 343 emigrantes a bordo do de navios pneumáticos e de madeira, acrescentando que encontraram o corpo duma mulher sem vida num dos navios de plástico, sem precisar a causa provável da morte.

Pelo menos 335 outros foram socorridos e transportados para um porto na Itália no quadro duma missão de salvamento coordenada pela Grécia.

As operações de salvamento foram levadas a cabo por navios da Guarda Costeira e da Marinha Italiana, em colaboração com a ONG Médicos Sem Fronteiras, a Organização da Estação de Salvamento no mar para os emigrantes, sediada em Malta, o Complexo Comercial, um navio croata em missão de salvamento da União Europeia e navios das marinhas alemã e britânica. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA