Jogos Africanos: basquetebol sai escoltada de Makélékéle’

(RNA)
(RNA)
(RNA)

A selecção sénior masculina de basquetebol saiu quarta-feira escoltada do pavilhão de Makélékélé, palcos dos Jogos Africanos que decorrem no Congo Brazzaville, após qualificação à final com vitória sobre o Mali, por 76-62 (30-26).

Dois cordões segurança constituído por pelo menos 30 elementos garantiram que a equipa nacional saísse do recinto sem risco de ataque físico para um mini- autocarro e depois para a rua, perante a fúria dos fervorosos adeptos do Mali inconformados com a derrota.

Este facto aconteceu na sequência do comportamento dos atletas malianos que na quadra protagonizavam jogadas de risco, e por diversas vezes quase chegaram a vias de facto. Nem a equipa da arbitragem foi poupada de palavras e gestos dos jogadores malianos encolerizados.

Foi preciso muita concentração dos atletas da selecção nacional para evitar mal maior, numa partida que estava em causa, muito mais do que resultados, os princípios de “fair play” e, sobretudo, o respeito pelo adversário e a irmandade entre dois países irmãos do continente berço.

Regger Moore (19 pontos), Edson Ndoniema (17) e Roberto Fortes (13) foram os mais visados. No cômputo geral, a “surra” foi para todos.

Angola é uma nação hegemónica em África no que ao basquetebol diz respeito com 11 troféus africanos conquistados. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA