Jogos Africanos: Angola vence Egipto em basquetebol masculino (74-63)

Reggie Moore tenta um smash contra Coreanos no Mundial2014 (Foto: Angop/Arquivo)
Reggie Moore tenta um smash contra Coreanos no Mundial2014 (Foto: Angop/Arquivo)
Reggie Moore tenta um smash contra Coreanos no Mundial2014 (Foto: Angop/Arquivo)

Angola venceu na noite de quarta-feira o Egipto por 74-63 em jogo do grupo A do torneio de basquetebol masculino dos Jogos Africanos de Brazzaville2015.

Com um atraso de mais de uma hora por avaria no aparelho electrónico de uma das tabelas, teve início a última partida da noite no pavilhão Malkelekele de três mil lugares.

Os resultados parciais de cada quarto foram todos favoráveis a Angola, excepto o último, altura em que a quebra física era evidente: 25-11, 19-14, 14-13, 16-25.

Reggie Moore, um dos quatro reforços vindos do Afrobasket2015 na Tunísia foi o destaque da partida com 22 pontos, quatro em cinco nos lançamentos triplos, três ressaltos e seis em seis nos lances livres.

Outros vice-campeões continentais em Radés, Roberto Fortes, com 12 pontos, Edson Ndoniema, 10, também se destacaram, numa partida em que o técnbico Carlos Dinis foi rodando todo o grupo, pois Angola cedo conseguiu uma vantagem confortável.

Entretanto, quando aparentava um jogo fácil, com o marcador a manter nos 20 pontos de diferença, os angolanos registaram uma quebra física na segunda parte, bem aproveitada pelo adversário que reduziu e chegou a sete pontos (68-61) na ponta final do jogo.

Moore foi o mais utilizado com 33:59, seguido por Hermenegildo Santos, vice-campeão africano por Angola, com 25:49 e o jogador de menor estatura no conjunto angolano, Edson dos Santos, que conquistou a simpatia do público presente, que o aplaudiu a primeira vez que foi substituído e posou para foto com admiradores seus no final.

Do lado egípcio o “gigante” Omar Oraby, de 2,18 m, 24 anos, que é um dos que esteve no Afrobasket2015 e também veio aos Jogos africanos tal como o próprio treinador, foi o cestinha do grupo com 16 pontos.

Em termos colectivos, Angola suplantou o Egipto nos lançamentos de campo (46 pc contra 36), nos triplos, com 38 porcento contra 19, e nos lances livres (67 pc contra 59), enquanto nos dois pontos houve ligeira vantagem egípcia (51-53).

A próxima partida de Angola será as 20h00 desta quinta-feira, diante do Gabão, que também esteve no Afrobasket2015.

Equipas:

Egipto – Omar Oraby (16), Youssef Aboushousha (5), Rami Abdalla (2), Ramy Gunady (6), Said Tawfika (o) – CINCO INICIAL – Ali Mohamed (12), Ahmed Mohamed (7), Haytham Khalifa (6), Ehab Saleh (3), Aly Ahmed (3), Motaz Okasha (2), Hatem Behiry (1).

Treinador: Ahmed Marei

Angola – Roberto Fortes (12), Edson Ndoniema (10), Jone Pedro (9), Hermenegildo Mbunga (3), Francisco Sousa (0) – CINCO INICIAL – Reggie Moore (22), Gerson Santos (7), Gerson gonçalves (6), Cisse Malick (2), Gildo Santos (1), Egídio Ventura (-), André Miguel (0).

Treinador: Carlos Dinis
(Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA