Idoso acusado de violação sexual morto por agressão física no Uíge

LOGITPO DA POLICIA NACIONAL (Foto: Angop)

A morte por agressão física de um idoso de 76 anos, acusado de ter violado sexualmente uma criança de dois anos de idade, na localidade de Kuimba, província do Uíge, destaca-se entre as ocorrências registadas pela Polícia Nacional, nas últimas 24 horas, no país.

LOGITPO DA POLICIA NACIONAL (Foto: Angop)
LOGITPO DA POLICIA NACIONAL (Foto: Angop)

Em declarações à Angop o porta-voz do Comando Geral da Polícia Nacional, Aristófanes dos Santos, disse que o idoso foi espancado por jovens depois de tomarem conhecimento do acto praticado pelo homem.

Aristófanes dos Santos disse que os agressores de 20 e 22 anos estão já detidos, tendo aconselhado os cidadãos a evitarem a prática de justiça “ por mãos próprias”, e a dirigirem-se as autoridades policiais mais próximas para formalizarem a queixa.

Aristófanes dos Santos destacou, também, o homicídio voluntário com arma de fogo, protagonizado  pela protecção física de uma empresa privada, vitimando um homem de  21 anos, quando o acusado tentou dispersar vendedores ambulantes defronte ao estabelecimento que assegurava, efectuou disparos, atingindo a vítima que passava pelo local, na via  pública,  no distrito urbano do Kilamba-Kiaxi, em Luanda.

Entretanto durante o período em análise, as autoridades policiais registaram, igualmente no pais, 65 crimes de fórum comum, menos cinco em relação ao dia anterior  e detiveram preventivamente 63 pessoas.

Os maiores  índices ocorreram em  Luanda com 18 delitos, 13 na  Huíla, oito no  Huambo, e quatro na província do Uíge.

Para além dos homicídios foram ainda registados crimes de violação sexual, porte ilegal de arma de fogo, rapto de menor, ameaça de morte, ofensas corporais, roubos e furtos diversos.

De acordo com o porta-voz, nas suas acções a Policia Nacional procedeu a apreensão de duas armas de fogo,  duas viatura e 182 motociclos.

Quanto  a fiscalização e prevenção da segurança rodoviária foram registados 44  acidentes de viação, mais cinco em relação ao dia anterior, que causaram onze mortos, menos um, e 61 feridos, menos 14 em comparação ao período anterior. Foram aplicadas de 289 multas por infracção ao Código  de Estrada.

Já na fronteira com as províncias da  Lunda -Norte, Cuando – Cubango e Cabinda,  registaram-se  13  violações, menos três que o dia anterior e detidos 88 cidadãos da República Democrática do Congo (RDC), sendo 86 da RDC e dois namibianos.

Em relação  a operação ” intermitente” na  Lunda-Norte  procedeu-se a  detenção de 55 imigrantes ilegais da RDC, enquanto em relação a situação aduaneira procedeu a  apreensão de diversas mercadorias nos distintos postos fiscais do País, por contrabando de importação. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA