Huíla: Administração assiste com bens alimentares as pessoas afectadas pela seca na Matala

HUÍLA: PRODUTOS ALIMENTARES (Foto: Morais Silva)

Matala – Administração Municipal da Matala, a 180 quilómetros a leste da cidade do Lubango, província da Huíla, está assistir com bens alimentares as populações afectadas pela seca das localidades do Tchiwacusse, Makulungungu e da sede comunal do Mulondo.

HUÍLA: PRODUTOS ALIMENTARES (Foto: Morais Silva)
HUÍLA: PRODUTOS ALIMENTARES (Foto: Morais Silva)

De acordo com o administrador municipal da Matala, Miguel António Paiva Vicente, entrevistado, hoje pela Agência Angola Press, para além das pessoas afectadas pela estiagem e aquelas que a sua produção foi devorada por elefantes estão a ser assistidas pessoas mais vulneráveis, sobretudo idosos e deficientes.

Sem avançar as quantidades que estão a ser distribuídas e o número de pessoas afectadas, o administrador assegurou que ao nível do município da Matala foram registados problemas de fome nas localidades a sul da sede do município nomeadamente, Makulungungu e Mulondo.

“Com muita cautela, ponderação e responsabilidade vamos analisar como podemos dar resposta à este problema para proporcionarmos conforto ao povo”, sublinhou.

Miguel António Paiva Vicente salientou a necessidade de maior inclusão dos vários actores públicos e privados para o reforço do processo assistencial das comunidades mais carentes. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA