Huambo: Empresas de saneamento básico exortadas a serem mais eficientes

(Foto: Edilson Domingos)
(Foto: Edilson Domingos)
(Foto: Edilson Domingos)

As empresas de saneamento básico que operam no país, particularmente na província do Huambo, foram exortadas quarta-feira, nesta região, a serem mais eficientes na recolha dos resíduos sólidos, para melhor controlo dos resíduos e sanidade das cidades.

O conselho é do director do gabinete jurídico da Agência Nacional de Resíduos, Narmandio Cruz, que falava sobre o “ Projecto de regulamento de processo de concessão do serviço público de limpeza e recolha de resíduos urbanos”, durante a conferência provincial sobre “ gestão de resíduos”.

Defendeu a necessidade das operadoras aumentarem o número de contentores de depósito de resíduos sólidos na zona urbana, para facilitar o processo de recolha.

Narmandio Cruz afirmou que o lixo é uma questão de cidadania, cuja gestão deve iniciar nas residências com a conservação em sacos plásticos e o depósito nos lugares indicados nas horas determinadas pelas administrações municipais.

Desta forma, adiantou, será benéfico para o país, uma vez que a produção de resíduos de forma descontrolada e desajustada é prejudicial ao bem-estar da sociedade.

Informou que a Agência Nacional de Resíduos tem vindo a promover acções de sensibilização que incentivam os cidadãos a adoptarem condutas mais ecológicas que se ajustem à preservação da saúde pública e do ambiente.

A conferência sobre “gestão de resíduos sólidos” foi promovida pela direcção do Ordenamento do Território, Urbanismo e Ambiente da província do Huambo. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA