Guatemala: ex-presidente Otto Pérez em prisão provisória

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

O ex-presidente da Guatemala, Otto Pérez Molina, foi detido, suspeito de corrupção.

A três dias das eleições presidenciais, o juíz Miguel Angel Gálvez emitiu uma ordem de detenção provisória contra Otto Pérez.

O chefe de Estado tinha renunciado ao cargo na sequência de denúncias que o acusavam de liderar uma rede que desviava dinheiro dos impostos aduaneiros.

Segundo o juiz, a detenção serve a evitar o risco de fuga e a proteger a integridade física de Pérez, que foi alvo de várias manifestações que exigiam sua demissão.

O parlamento aceitou na quinta-feira a resignação do Presidente, dois dias depois de lhe ter retirado a imunidade. Otto Pérez insistia em não se demitir, mas acabou por ceder à pressão popular dos últimos meses.

Este não é o único escândalo de corrupção que envolve a governação de Pérez.

Em maio, foram presos altos funcionários da Segurança Social e do Banco Central da Guatemala, suspeitos de corrupção na compra de medicamentos.

Em julho foi detido Gustavo Martínez, genro de Pérez e ex-secretário-geral da Presidência do governo, por crimes de tráfico de influências que terão beneficiado uma empresa de energia. (euronews.com)

por Nelson Pereira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA