Governo de São Paulo assina termo que viabiliza ODS

Governo de São Paulo (SP.GOV.BR)
Governo de São Paulo (SP.GOV.BR)
Governo de São Paulo (SP.GOV.BR)

Documento coloca o estado como pioneiro na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Social da ONU

Nesta segunda-feira (21), o governo do Estado de São Paulo assina documento para a criação de Grupo que vai trabalhar as bases de implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) elaborados a partir das diretrizes da Rio +20. “São Paulo, com a assinatura do termo, assume a vanguarda brasileira no estabelecimento de medidas que tem por objetivo cumprir a agenda universal”, afirma a chefe da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais (AEAI), Ana Carolina Conde, ligada à Casa Civil do Estado de São Paulo.

Os ODSs substituem os Objetivos do Milênio (ODMs), que no Brasil ficou conhecido como 8 Jeitos de Mudar o Mundo, criados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2000.

A definição dos ODSs foram concluídas em agosto deste ano e, neste mês, a Conferência das Nações Unidas da ONU discute a adoção da agenda.

Assinam o documento, em evento no Palácio dos Bandeirantes às 17h, o secretário chefe da Casa Civil Edson Aparecido, os secretários do Meio Ambiente Patrícia Iglecias e do Desenvolvimento Social Floriano Pesaro, o embaixador da ONU no Brasil Jorge Chediek e a representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Maristela Baioni.

“São Paulo demonstra a liderança entre os estados subnacionais, indispensáveis para a agenda e a capacidade de trabalho entre as secretarias com a finalidade de fomentar o desenvolvimento”, destaca Conde.

Os ODS serão tema de três eventos fundamentais promovidos pela ONU que tratam de clima e sustentabilidade – a Conferência para o Desenvolvimento Sustentável (25 de setembro, em Nova York), o Week Climate 2015 (27 de setembro, em Nova York) e a COP 21 (30 de dezembro, em Paris).

Do enfrentamento da pobreza às mudanças climáticas

Com a conclusão neste ano dos ODMs, os ODSs darão sequência ao Movimento por meio de 17 objetivos e 169 metas. Os 70 países participantes devem, até 2030, trabalhar prioritariamente temas que vão do enfrentamento da pobreza às mudanças climáticas, ou seja, o desenvolvimento sustentável nas dimensões econômicas, sociais, ambientais e culturais. O grande desafio para implementação dos ODSs é articular e estabelecer indicadores para medir as mudanças sociais, econômicas e ambientais.
Diversas instituições públicas, privadas e do terceiro setor participam dos ODSs.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

1 – Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
2 – Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
3 – Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
4 – Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
5 – Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
6 – Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
7 – Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia, para todos
8 – Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos
9 – Construir infraestruturas resistentes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação
10 – Reduzir a desigualdade entre os países e dentro deles
11 – Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis
12 – Assegurar padrões de produção e consumo sustentáveis
13 – Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos *
14 – 4. Conservação e uso sustentável dos oceanos, mares e dos recursos marinhos, para o desenvolvimento sustentável
15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, e estancar a perda de biodiversidade
16 – Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
17 – Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável. (sp.gov.br)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA