Futebol: Técnicos querem maior atenção na defesa da selecção nacional

HUÍLA: SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL (Foto:Morais Silva)

Lubango – Treinadores de futebol da Huíla consideraram hoje, no Lubango, importante que o técnico da selecção nacional reforce o sector defensivo, para vencer, no domingo, a sua congénere do Madagáscar, em partida da segunda jornada do grupo B de apuramento ao CAN2017, do Gabão.

HUÍLA: SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL (Foto:Morais Silva)
HUÍLA: SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL (Foto:Morais Silva)

Em declarações à Angop, a propósito do encontro, Ivo Raimundo Traça, do Desportivo da Huíla, recomendou que a defesa deve ser forte e rápida na transição da bola para o meio-campo, afim de os avançados surpreenderem a defensiva adversária.

Segundo disse, a selecção nacional ganhou o primeiro jogo, no Lubango, diante da RCA, por isso deve manter a postura vencedora, e isto passa pela cautela em todos os sectores do jogo, principalmente no sector mais recuado.

Explicou que a equipa nacional tem feito bons jogos, mas se perde nos últimos minutos, por distracção, mas desta vez “ vamos jogar para pelos menos conseguirmos um ponto ou mesmo três” apesar de ser uma partida difícil.

Por sua vez, o treinador dos Locomotivas FC do Lubango, Jorge Abrantes, referiu que é preciso afinar todos os sectores, para que a equipa consiga ter uma boa exibição e ganhar.

Reconheceu que Angola na última partida que efectuou esteve bem, mas é preciso que esta postura se mantenha, pois estão jogadores que têm potencial para ajudar a equipa a vencer.

António da Silva “Barese”, técnico do Interclube da Huíla, apelou o espírito de colectividade, humildade e patriotismo para que a Angola mantenha o seu bom nome.

“Tem de haver calma, pois o jogo está ao alcance, e os malgaxes não têm tanta expressão no futebol a nível de África. Por isso, temos que aproveitar as oportunidades de golo”, concluiu.(portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA