EUA: Nova Iorque acolhe Cimeira da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável Pós – 2015

NOVA YORK: SEDE DAS NAÇÕES UNIDAS (Foto: Pedro Parente)

Nova Iorque – Líderes mundiais, entre Chefes de Estado e de Governo, assim como de organizações da sociedade civil, participam a partir desta sexta-feira, em Nova Iorque (EUA), na Cimeira Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável Pós-2015, com o objectivo de contribuir para eliminar a pobreza e promover a prosperidade até 2030.

NOVA YORK: SEDE DAS NAÇÕES UNIDAS (Foto: Pedro Parente)
NOVA YORK: SEDE DAS NAÇÕES UNIDAS (Foto: Pedro Parente)

Este evento dá início às actividades em torno da 70ª sessão da Assembleia Geral, na qual a delegação angolana é chefiada pelo Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, em representação do Presidente da República , José Eduardo dos Santos.

Nele estarão em análise 17 pontos fulcrais, objecto de uma longa discussão.

Este encontro tem o seu término previsto para domingo (27) e contará, na cerimónia de abertura, com a presença do Papa Francisco, em visita ao Estados Unidos desde quarta-feira.

Durante a Cimeira sobre o Desenvolvimento Sustentável Pós-2015, prevê-se a adopção de uma Agenda que corresponde a um conjunto de programas, acções e directrizes que orientarão os trabalhos da ONU e seus países membros neste rumo.

Deste modo, o certame constitui uma ocasião para que os líderes mundiais, entre chefes de governos, dirigentes do sector privado, de fundações e organizações da sociedade civil anunciem acções concretas neste domínio.

Ela tem como base a proposta de 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas correspondentes aplicáveis a todos os estados membros, desenvolvidos e em vias de desenvolvimento, cujo prazo temporal para o seu cumprimento será o período 2016-2030.

No entanto, os elementos da Agenda Pós-2015 não se limitam aos objectivos de desenvolvimento sustentável e suas metas, mas este debate engloba também questões de carácter sistémico como o financiamento para o desenvolvimento, transferência de tecnologia, capacitação técnica e comércio internacional.

Igualmente deverá ser definido o mecanismo de acompanhamento  dos mesmos e das suas metas para auxílio dos países na identificação dos êxitos e desafios, ajudando-os a traçar estratégia que os permitirão avançar em seus compromissos com o desenvolvimento sustentável.

Desde Janeiro de 2015, delegados dos estados membros da ONU têm-se reunido periodicamente para definir os diferentes elementos que conformarão a Agenda Pós-2015. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA