Envolvimento russo no conflito sírio é estratégia condenada ao fracasso, diz Obama

(D.R)
(D.R)
(D.R)

O presidente norte-americano afirma que vai envolver a Rússia nos esforços para colocar um ponto final no regime do presidente sírio Bashar al Assad.

“Vamos envolver a Rússia para lhes dizermos que não podem continuar a insistir numa estratégia que está condenada ao fracasso” – Barack Obama, presidente dos EUA”.

Os comentários de Obama foram feitos por ocasião das comemorações do 11 de setembro. Barack Obama afirma que apoiar Bashar al Assad é um erro estratégico.

“Vamos envolver a Rússia para lhes dizermos que não podem continuar a insistir numa estratégia que está condenada ao fracasso… Pode impedir que cheguemos a uma solução política necessária para levar a paz à Síria”, afirmou Obama dirigindo-se a uma plateia repleta de jornalistas e militares.

Para o presidente norte-americano, a escalada da presença russa no conflito sírio é um sinal de que o presidente Assad estaria preocupado e daí o recurso a conselheiros russos.

Os Estados Unidos e outros países ocidentais são de opinião de que a paz na Síria só é possível através do afastamento do presidente Assad.

Os comentários de Obama coincidiram com um apelo lançado pela Rússia na sexta-feira no sentido de mais cooperação militar com os Estados Unidos.

O apelo relaciona-se com a realização de exercícios navais russos ao largo da costa síria. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA