Empresa contratada para recolha de lixo no Cazenga retira meios sem aviso prévio

LIXO EM VÁRIOS PONTOS DA CIDADE DE LUANDA (Foto: Pedro Parente)

A retirada, no fim-de-semana, sem aviso prévio, dos meios de depósito e recolha de lixo por parte da operadora contratada pela Elisal agravou a situação do saneamento básico no município do Cazenga.

LIXO EM VÁRIOS PONTOS DA CIDADE DE LUANDA (Foto: Pedro Parente)
LIXO EM VÁRIOS PONTOS DA CIDADE DE LUANDA (Foto: Pedro Parente)

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, pelo administrador municipal local, Victor Nataniel Narciso, que considerou a situação critica e de emergência.

Por este  motivo, adiantou o responsável, o gabinete técnico municipal de saneamento trabalha, em colaboração com os moradores, para minimizar a situação.

O gestor disse que a Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda tinha contratado alguns carros, mas a empresa (proprietária dos meios) não quis associar-se ao novo modelo de recolha municipalizado que iniciou a funcionar em Agosto de 2015.

Victor Nataniel Narciso disse que era com estes meios que trabalhava o município, mas de repente e unilateralmente a empresa retirou-se sem aviso prévio.

Informou que para colmatar a situação foram mobilizados alguns meios da Elisal e da administração local, sendo duas compactadoras e jovens para trabalhar no saneamento.

Disse que de um  momento para o outro os amontados de lixo surgiram por todo o lado devido a retirada dos carros,  sem aviso prévio.
Victor Nataniel  Narciso reconheceu que os atrasos no pagamento estão na base do abandono da empresa de recolha de lixo no Cazenga, assim como  a divida contraída pela Elisal.

Informou que a administração vai trabalhar até que a situação se regularize, sendo assim, os munícipes devem colocar o lixo nos contentores existentes e não nos separadores, porque só existem duas compactadoras  a trabalhar. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA