Duplo atentado suicida no mercado de Kolofata nos Camarões

O general Jacob Koudji que controla a região dos Camarões. (AF FOTO/KAYA ABBA ALI)
O general Jacob Koudji que controla a região dos Camarões. (AF FOTO/KAYA ABBA ALI)
O general Jacob Koudji que controla a região dos Camarões.
(AF FOTO/KAYA ABBA ALI)

Pelo menos 11 pessoas perderam a vida num duplo atentado suicida no mercado de Kolofata, na cidade fronteiriça com a Nigéria,  no norte dos Camarões.

O ataque desta manhã foi atribuído ao grupo jihadista nigeriano Boko Haram e cujos autores eram dois jovens camaroneses. No ataque 11 pessoas perderam a vida e 21 outras ficaram feridas, cinco das quais em estado grave.

O duplo atentado teve lugar na cidade de Kolofata, situada perto de Kerawa onde ocorrera um duplo atentado no passado dia 3 de Setembro, e no qual morreram pelo menos 34 pessoas e 100 ficaram feridas.

O grupo terrorista Boko Haram tem vindo a atacar as cidades com mais população no norte dos Camarões. Só nos últimos dois meses, o  groupo islamita multiplicou os ataques na região no norte de Camarões.

Este ano o grupo Boko Haram matou mais de 2.400 pessoas na Nigéria, Chade, Camarões e Níger, apesar da criação de uma força multinacional e regional com 8.700 soldados para a extinção desta grupo.

Nas próximas semanas a força regional vai instalar bases militares no nordeste da Nigéria e no norte dos Camarões para dar início à luta contra o grupo terrorista. A força multinacional que conta com o apoio da União Africana e da Organização das Nações Unidas. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA