Dois soldados mortos e quatro outros feridos em ataque de milícias islamistas em Benghazi

Bandeira da Líbia (Foto: Vlajky.org)
Bandeira da Líbia (Foto: Vlajky.org)
Bandeira da Líbia (Foto: Vlajky.org)

Dois soldados do Exército líbio morreram e quatro outros ficaram feridos num ataque perpetrado por elementos armados do Conselho dos Revolucionários de Benghazi (leste líbio), uma coalição de milícias islamitas, segunda-feira última contra um posto de controlo, em Al-Naouakia, no sudoeste da mesma cidade, soube-se terça-feira de fonte segura no local.

A área de Al-Naouakia foi palco, domingo á noite, de uma batalha feroz, que durou mais de quatro horas, e durante a qual armas pesadas e médias foram utilizadas depois de um ataque repentina lançada pelas milícias islamitas, que se viram logo confrontados com jovens da zona em apoio às forças do Exército líbio, indicaram fontes militares.

O eixo Al-Naouakia conheceu uma calma tímida, enquanto movimentos de reforços militares foram registados na região.

Por outro lado, o porta-voz das forças especiais líbias, Miloud Zuei, indicou que grupos extremistas mataram um soldado e sua família em Benghazi, “capturado durante confrontos com grupos terroristas no início de setembro corrente”.

Afirmou que o pobre homem foi torturado durante os seus últimos dias antes de ser liquidado.

O Exército líbio trava batalhas diariamente contra militantes de Daech (Estado islâmico) e outros grupos extremistas que controlam vastos bairros na cidade de Benghazi, há vários meses. (panapress.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA