Direitos de Autor: Artistas americanos representados em Angola pela UNAC-SA

(D.R.)
(D.R.)
(D.R.)

A União Nacional dos Artistas e Compositores-Sociedade de Autores (UNAC-SA)  firmou hoje um contrato de representação recíproca com a  SESAC, organização americana de direitos de autor e conexos,  com sede em Nashville e escritórios em Nova York, Los Angeles, Atlanta, Miami e Londres.

A SESAC que tem por essa razão, um enorme alcance internacional e um vasto repertório que abrange praticamente todos os gêneros de música do mundo, é também tecnologicamente, a mais inovadora  organização de Direitos de Autor americana, no que toca aos métodos de   distribuição de direitos, de que poderá a UNAC-SA beneficiar-se.

A SESAC  licencia actualmente mais de 400 mil obras musicais e tem mais de 30 mil membros, entre compositores e editores musicais.

A UNAC-SA, com este contrato de representação recíproca torna-se, indubitavelmente, numa entidade que representa uma rede  internacional de titulares de direitos de autor, cobrindo  mais de 90 por cento da música estrangeira que é usada em Angola, por conseguinte, determinante no licenciamento dos usuários e dos grandes operadores no país.

Recorde-se que a UNAC-SA é uma emanação da UNAC, uma associação sócio profissional constituída há mais de 30 anos. É igualmente, desde Fevereiro do corrente,  uma entidade de gestão colectiva de direitos autorais. Com mais de 6.000 membros, foi recentemente admitida na CISAC (Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores) e tem já acordos de representação recíproca assinados com a SPA (Portugal) , ABRAMUS (Brasil) e SACEM  (França). (PA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA