Diplomata busca contributos de Angola para reforçar parceria

Conselheiro do Presidente dos EUA, Princeton Lyman (Foto: Pedro Parente)
Conselheiro do Presidente dos EUA, Princeton Lyman (Foto: Pedro Parente)
Conselheiro do Presidente dos EUA, Princeton Lyman (Foto: Pedro Parente)

O contributo de Angola para o reforço da parceria entre as Nações Unidas e a União Africana, com vista a manutenção da paz no continente, esteve na base do encontro entre o ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, e o conselheiro do Presidente dos EUA, Princeton Lyman.

O diplomata norte-americano encontra-se no país para uma visita de 24 horas, com vista a consultar Angola, para ajudar a União Africana a elaborar uma proposta de financiamento das Nações Unidas, para a operacionalização das forças de manutenção da paz no continente.

No final do encontro, Princeton Lyman frisou que discutiu-se sobre o apoio sustentável que as Nações Unidas podem oferecer à União Africana para as missões de paz, contando neste caso com o contributo de Angola, no que toca a contribuições a referida proposta.

“Trata-se de ideias que o Presidente Barack Obama também discutiu com a União Africana há pouco tempo, e eu estou a dar sequência no sentido de obter também o ponto de vista de Angola”, disse.

Neste contexto, explicou que as Nações Unidas estão a procura de meios para um recurso financeiro previsível, com vista a apoiar a União Africana na criação da sua própria missão de manutenção de paz.

“Entendemos que Angola desempenha um papel muito importante na paz e estabilidade da Região dos Grandes Lagos e de todo o continente. A União Africana está neste momento a trabalhar nesta proposta, que será discutida na próxima Assembleia Geral das Nações Unidas”, sublinhou. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA