Dia de todas as decisões na Reserva Federal com Brasil à escuta e preocupado

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

Dia de todas as decisões na Reserva Federal Americana (FED, na sigla inglesa). Os olhos da economia mundial estão focados na reunião do regulador americano, iniciada quarta-feira, e da qual deverá sair esta quinta-feira uma decisão sobre as taxas de juros de referência da maior economia do planeta e que terá natural impacto global.

Irá o índice bancário americano voltar a subir 7 anos depois de ter sido forçado a cair para valores próximo de “zero” ou irá manter-se estagnado sobre a linha de água?

A taxa de referência entrou no novo milénio acima dos 6 por cento. Depois de ter merecido um impulso há cerca de 12 anos, na véspera da crise mundial de 2008, que rebentou exatamente nos Estados Unidos, situava-se acima dos 5 por cento. Para estimular a recuperação económica após a crise, a FED estagnou-a próximo do “zero”.

No final do ano passado, o regulador admitiu a estratégia de voltar a impulsionar o índice de referência. O que, até agora, ainda não aconteceu e há quem saliente, como o Fundo Monetário Internacional e algumas economias emergentes dependentes do valor do dólar, que ainda não será o momento. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA