Dezenas de crimes registados no país

Logotipo da Policia Nacional (ANGOP)
Logotipo da Policia Nacional (ANGOP)
Logotipo da Policia Nacional (ANGOP)

Luanda, com 12 crimes registados entre domingo e ontem, é a província com o maior número de delitos que chegaram ao conhecimento das autoridades, informou ontem o porta-voz do Comando-Geral da Polícia Nacional.

O comissário Aristófanes dos Santos referiu que, depois de Luanda, aparecem o Huambo, com dez crimes, a Huíla com nove, Benguela, também com nove, e Malanje, com cinco crimes. No total, acrescentou, foram registados no país 70 crimes, mais 14 em comparação com o balanço de sábado, que levaram à detenção de 55 pessoas, acusadas de praticar crimes como roubo, ofensa corporal grave, homicídio, violação e posse ilegal de arma de fogo.

Operações da Polícia Nacional

Entre os crimes registados contam-se três homicídios  voluntários, um dos quais praticado por um cidadão de 46 anos contra a sua esposa, na moradia do casal, no Bailundo.
Os outros dois homicídios foram por agressão  física, feita por indivíduos até agora não identificados e as vítimas são dois homens de 46 e 55 anos.

Em diversas operações policiais, foram apreendidas quatro  armas de fogo, duas viaturas, 182 motociclos, um  telemóvel,  um aparelho de som,  uma cama, um colchão, uma  bicicleta e  500 gramas de liamba (jornaldeangola.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA