Cuanza Sul: Taxa de mortalidade reduz na maternidade provincial

Taxa de mortalidade infantil na maternidade (Foto: Angop)

Sumbe – A taxa de mortalidade infantil na maternidade provincial do Cuanza Sul reduziu de Janeiro a Setembro deste ano fruto da assistência as mulheres grávidas, aos investimentos feitos na unidade hospitalar e ao empenho dos médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar.

Taxa de mortalidade infantil na maternidade (Foto: Angop)
Taxa de mortalidade infantil na maternidade (Foto: Angop)

Em declarações hoje, segunda-feira, à Angop, a directora da maternidade provincial, Francisca Kwaya, adiantou que a taxa de mortalidade infantil na maternidade em 2014 era de 0,2 por cento e actualmente é de zero.

Referiu que o alargamento dos serviços prestados na unidade hospitalar e a adesão das mulheres às consultas pré-natais são os principais factores que permitiram atingir os indicadores quantitativos e qualitativos na província.

Disse que para assegurar uma prestação de serviço em altura das exigências, a direcção da instituição prima pela formação permanente do pessoal no sentido de responder aos desafios do presente e do futuro.

Quanto a neonatalogia, Francisca Kwaya, disse que a instituição em 2014 teve uma taxa de de 7,1 por cento, ao passo que no corrente ano a cifra é de 1,5 por cento.

Quanto ao número de partos, em 2014 foram realizados dois mil 698 partos, dos quais 24 por cento por cesariana, enquanto de Janeiro a Agosto do corrente ano já foram realizados três mil 088 nascimentos, dos quais 22 por cento por cesariana.

Para assegurar os serviços, a unidade hospitalar conta com 11 médicos, 12 técnicos de diagnóstico e terapêutico, 69 técnicos de enfermagem de vários escalões e 84 efectivos de apoio. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA