Cuanza Norte: Polícia nacional esclarece 33 crimes em sete dias

Policia Nacional de Angola (RNA)
Policia Nacional de Angola (RNA)
Policia Nacional de Angola (RNA)

O Comando da Polícia Nacional no Cuanza Norte esclareceu 33 crimes registados nos últimos sete dias, na província, que resultaram na detenção de 31 supostos criminosos, menos três delitos em relação a igual período anterior.

Segundo o informe semanal da corporação chegado quarta-feira, à Angop, em Ndalatando (capital da província do Cuanza Norte), entre os crimes destacam-se ofensas corporais simples e graves, furtos seguido de posses e uso de estupefaciente (liamba), roubos e danos materiais, bem como tentativa de homicídio voluntario, burla, falsificação de documentos, fogo posto e tentativa de roubo.

Os municípios de Cazengo, Cambambe e Samba-Cajú lideraram a lista do índice de criminalidade, com 22, cinco e dois crimes, seguido de Golungo Alto, Lucala, Banga e Bolongongo, com um delito cada.

No âmbito do desarmamento da população civil, Polícia desativou e destruiu no sector nº 410, no município de Lucala, um engenho explosivo do tipo morteiro 82 mm e recuperou, mediante denuncia, uma arma do tipo AKM com respectivo carregador, em estado inoperante, no bairro Valódia, no município do Ngonguembo.

No capítulo da sinistralidade rodoviária, a corporação registou a ocorrência de 17 acidentes de viação que tiveram como resultado seis mortos, 21 feridos e danos matérias avaliados em três milhões e 480 mil Kwanzas, mais três sinistros em relação a igual período anterior, cujas causas foram falta de prudência, condução em estado de embriaguez e excesso de velocidade.

Em relação à fiscalização rodoviária, foram aplicadas 67 multas no valor de 814 mil e 860 Kwanzas por diversas infracções contra o código de estrada, resultando ainda na apreensão de uma viatura e 18 motociclos, 17 cartas de condução, 18 livretes, igual número de títulos de registo de propriedade e 11 verbetes. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA