Coréon Dú entre os 15 jovens que estão a mudar o continente africano

Coréon Dú, actuando no concurso Angola Music Awards 2015, em Saurimo, Lunda-Sul. (Foto: Portal de Angola)
Coréon Dú, actuando no concurso Angola Music Awards 2015, em Saurimo, Lunda-Sul. (Foto: Portal de Angola)
Coréon Dú, actuando no concurso Angola Music Awards 2015, em Saurimo, Lunda-Sul.
(Foto: Portal de Angola)

Cantor, designer, agente de modelos, organizador de eventos e produtor, Coréon Dú é citado pela revista Forbes como sendo um dos 15 jovens africanos com menos de 35 anos que estão a criar uma nova imagem deste continente.

Citada muitas vezes pelas guerras e fome, África tem vindo a descobrir vários talentos que, segundo a revista norte-americana, tiveram grande impacto, com o surgimento de Lupita Nyong’o nos tapetes vermelhos de Hollywood, mostrando ao Ocidente um tipo diferente de africano.

Coréon Dú, 30 anos, faz parte deste grupo de jovens que a Forbes descreve como “um homem que usa muitos chapéus. José Eduardo Paulino dos Santos é filho do presidente angolano, no entanto, conseguiu sair da sombra do pai fazendo o seu nome em outras plataformas”.

O artista é director executivo da Da Banda Model Agency e membro da organização da Elite Model Look Angola, Cabo Verde, Moçambique e África do Sul. Nestas agências, foi um dos responsáveis pela descoberta das top models Maria Borges, Alécia Morais, e, mais recentemente, Amilna Estevão.

Como produtor de telenovelas teve mais sucesso com Windeck, que foi nomeada para os Emmy em 2013.

Entre os jovens africanos mencionados pela Forbes estão ainda Wizkid, Armando Cabral, eL Seed, Amaka Osakwe, Smarteez, Lakin Ogunbanwo, Tahir Karmali, Gyimah Gariba, Davido, Kudzanai Chiurai e Papa Oppong. (expansao.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA