Chile assinala 42° aniversário do golpe que derrubou Salvador Allende

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

O 42° aniversário do golpe militar que derrubou Salvador Allende foi assinalado no Chile. A chefe de Estado, Michelle Bachelet, e a filha do antigo presidente, Isabel Allende, colocaram flores no sofá onde Allende foi encontrado morto.

Allende terá se suicidado no dia do golpe, protagonizado pelos militares liderados por Augusto Pinochet.

“A cerimónia foi muito emotiva, talvez pelo facto de termos recordado as 38 pessoas que estavam com ele, que o acompanharam, que ficaram com ele no palácio presidencial e que desapareceram, foram mortas, executadas. Creio que isso causa imensa emoção”, afirmou Isabel Allende, presidente do Senado e filha do antigo chefe de Estado.

Dezenas de pessoas participaram numa vigília em Santiago, para lembrar as vítimas do golpe militar. “Vim para lembrar o que aconteceu aqui, para que não esqueçamos, para pôr algumas velas e lembrar amigos”, disse Berta.

O Governo estima que mais de três mil pessoas foram mortas durante a ditadura de Pinochet.

Um polícia e um repórter de imagem ficaram feridos em incidentes que ocorreram durante as celebrações do aniversário do golpe. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA