Chefe da diplomacia cabo-verdiana esperado no Senegal

Ministro cabo-verdiano das Relações Exteriores, Jorge Tolentino (D.R)

O ministro cabo-verdiano das Relações Exteriores, Jorge Tolentino, é esperado esta quinta-feira em Dakar para uma visita oficial de dois dias ao Senegal, a convite do seu homólogo, Mankeur Ndiaye, apurou a PANA, na cidade da Praia, de fonte diplomática.

Ministro cabo-verdiano das Relações Exteriores, Jorge Tolentino (D.R)
Ministro cabo-verdiano das Relações Exteriores, Jorge Tolentino (D.R)

A visita de Tolentino, segundo a fonte, tem como propósito “o aprofundamento dos laços de amizade e das relações históricas existentes entre os dois países.

Durante a sua estada, o chefe da diplomacia cabo-verdiana vai abordar, com o seu homólogo senegalês, assuntos de interesse mútuo, de ordem política, relativos ao processo de revitalização das relações bilaterais.

Vão trocar informações sobre a situação nos dois países e passar em revista questões políticas da atualidade internacional e regional.

No que se refere ao reforço da cooperação  bilateral, Jorge Tolentino e Mankeur Ndiaye vão assinar acordos nos domínios específicos, nomeadamente a nível das comunidades, da educação e formação, dos transportes, da defesa e segurança.

O governante cabo-verdiano efetuará também uma visita de cortesia ao primeiro-ministro senegalês, Mohammed Dione, devendo ainda ser recebido em audiência pelo Presidente da República do Senegal, Macky Sall.

Do programa da sua visita constam também uma reunião com membros da comunidade cabo-verdiana residente no Senegal e uma outra com empresários.

O ministro cabo-verdiano das Relações Exteriores fará uma visita de cortesia ao primeiro-ministro do Senegal, Mohammed Dione, e será recebido em audiência pelo presidente da República daquele país, Macky Sall.

As relações de amizade e de cooperação entre Cabo Verde e o Senegal ganharam um novo impulso com a visita do Presidente Macky Sall em março de 2014 e a do primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, em outubro do ano de 2014. (panapress.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA