CEO do Goldman Sachs revela que sofre de cancro

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Lloyd Blankfein anunciou que sofre de um linfoma “altamente curável” e que vai continuar a trabalhar de forma normal durante o tratamento de quimioterapia.

O CEO do Goldman Sachs,  Lloyd Blankfein, revelou esta terça-feira, 22 de Setembro, que sofre de um linfoma “altamente curável”, e que será capaz de trabalhar de forma normal durante o tratamento a que será sujeito.

Segundo o comunicado publicado no site do banco,  o tratamento inclui quimioterapia ao longo dos próximos meses em Nova Iorque.

“Há muitas pessoas que estão a lidar com o cancro todos os dias”, refere Blankfein. “Eu tiro partido das suas experiências na medida em que começo a minha própria. Tenho muita energia e eu estou ansioso para começar o tratamento”.

O anúncio de Blankfein surge pouco mais de um ano depois de o CEO do JPMorgan, Jamie Dimon ter revelado que sofria de um cancro na garganta. Dimon continuou à frente dos destinos da instituição durante o tratamento.

Lloyd Blankfein, nascido em 1954, é CEO do Goldman Sachs desde 2006. (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA