Cabinda: SME aperta cerco contra imigrantes clandestinos

(FOTO: TARCÍSIO VILELA)

Cabinda – O serviço de Migração e Estrangeiros (SME) procedeu a recolha nas últimas 24 horas, de 601 estrangeiros maioritariamente da República Democrática do Congo (RDC), que se encontravam em situação migratória irregular na cidade de Cabinda.

(FOTO: TARCÍSIO VILELA)
(FOTO: TARCÍSIO VILELA)

De acordo com uma nota da direcção provincial do SME chegada hoje, terça-feira, à Angop, desse número, 200 cidadãos da RDC foram expulsos no mesmo dia para o seu país de origem, enquanto 401 encontram-se no centro de detenção de imigrantes ilegais (CDEI), no bairro Povo Grande, arredores da cidade de Cabinda, aguardando expulsão.

O documento esclarece que a operação de recolha decorrida nos bairros Cabassango, S.Pedro e Chiweca, contou com a participação de efectivos do SME, Serviço provincial de investigação criminal (SPIC) e do Comando da Polícia Nacional, em conformidade com o Plano de medidas sobre o combate à imigração ilegal.

Ainda no âmbito do mesmo plano, acrescenta a nota, foram realizadas actividades de inspecção em unidades panificadoras e estabelecimentos comerciais que resultaram na detenção de 11 cidadãos da RDC em situação migratória irregular e sem visto de trabalho, encaminhados ao CDEI para os subsequentes trâmites. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA