Brigadas comunitárias da Amangola contribuem na limpeza de Luanda

Rua Amílcar Cabral, bairro Vila Alice (Foto: Lucas Neto)
Rua Amílcar Cabral, bairro Vila Alice (Foto: Lucas Neto)
Rua Amílcar Cabral, bairro Vila Alice (Foto: Lucas Neto)

A presença de centenas de jovens, no Distrito Urbano do Rangel, município de Luanda, para participar na limpeza da localidade marcou oficialmente o lançamento das Brigadas Comunitárias ” Bom Kamba”, um projecto da Amangola – União das Associações Locais de Angola, que vai ser abrangente para todo o país.

Após o acto, orientado pela Vice-governadora da província de Luanda para a Urbanização, Serviços Técnicos e Infra-estruturas, Njila de Carvalho, os voluntários foram distribuídos pelas várias ruas do bairro Vila-Alice, onde com o apoio de motorizadas fizeram a recolha de lixo.

Na sua intervenção, a responsável enalteceu a iniciativa da Amangola que vai contribuir na melhoria da qualidade de vida dos citadinos da província de Luanda.

A Brigada Comunitária “ Bom Kamba “ é uma agrupação sócio – comunitária da Amangola, constituída á luz dos seus estatutos e do seu programa “ Amar o Bairro “, a mesma será integrada por cidadãos nacionais, membros ou não da agremiação, que está voltada para a execução de acções e iniciativas sociais.

Nos seus objectivos constam intervenção no desenvolvimento rural, combate à fome e à pobreza, protecção e conservação das infra-estruturas comunitárias, limpeza, recolha de resíduos sólidos e vigilância comunitária.

A Amangola, Instituição de utilidade pública, criada a 06 de Julho de 2013, conta actualmente com delegações nas províncias de Luanda, Cabinda, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Bengo, Benguela, Huíla, Huambo, Malanje e Uíje.

A organização, de carácter privado, ganhou o estatuto de utilidade pública, numa deliberação do Conselho de Ministros, aprovada na sua Sessão de 25 de Março do ano corrente e orientada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

A colectividade tem como objectivo participar no desenvolvimento das comunidades e na divulgação da constituição da república de Angola, dentro e fora do país. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA