Bernarda Martins, ministra da Indústria

Bernarda Martins, ministra da Indústria (Foto: Francisco Miudo)
Bernarda Martins, ministra da Indústria (Foto: Francisco Miudo)
Bernarda Martins, ministra da Indústria (Foto: Francisco Miudo)

A ministra da Indústria, Bernarda Martins, declarou hoje, quinta-feira, que a fusão entre a Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEE) e o Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana vai facilitar a acomodação de novas fábricas.

Bernarda Martins falava à imprensa no final de uma reunião conjunta das comissões Económica e para a Economia Real, ambas do Conselho de Ministros, presidida pelo Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.

Explicou que o espírito era de facto a criação de uma zona económica com regime especial, a partir dos terrenos que estavam afectos ao pólo industrial de Viana.

“Acontece que a legislação sobre a zona económica especial só agora é que foi aprovada, mas todas as empresas se instalaram num regime parecido com as que estão na zona industrial de Viana”, referiu.

A ministra informou que com a fusão fica extinta a zona económica especial, passando a integrar o pólo Industrial de Viana.

Declarou que doravante toda a área passa ser gerida pela sociedade constituída para gerir o pólo industrial de Viana.

A vantagem, sublinhou, é que passa a ter mais terrenos infra-estruturados para a instalação de novas indústrias de todo tipo.

Lamentou o facto de alguns terrenos concedidos a empresários continuarem subaproveitados, admitindo mesmo a possibilidade de se retirar algumas licenças.

A governante aconselhou aos empresários com menos posses a fazer parcerias para valorizar os terrenos, salientando que actualmente só se atribuem espaços mediante a apresentação de um projecto, com prazos estipulados para a sua implementação. (portalangop.co.ao)

1 COMENTÁRIO

  1. NÃO SERIA O CONTRÁRIO ? O POLO INDUSTRIAL DE VIANA SER INTEGRADA NA ZONA ECONÓMICA ESPECIAL ? UMA VEZ QUE A ZONA ECONÓMICA ESPECIAL SER A DETENTORA DE VÁRIOS POLOS TAIS COMO : RESERVAS INDUSTRIAS , RESERVAS AGRÍCOLAS , RESERVAS MINEIRAS E COMERCIAL ? COM TODO RESPEITO ANALISEM BEM CAMARADAS ESTAMOS A FAZER O CONTRÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA