Benguela: Portadores de deficiênca clamam pela sua inclusão social

Portadores de Deficiência (Foto: Angop)

Baía Farta – O coordenador da associação provincial da pessoa portadora de deficiência em Benguela, Emanuel Paulino, apelou quinta-feira, no município da Baía Farta, para a necessidade da realização de mais actividades, visando a sua inclusão social na actividade sócio-económica.

Portadores de Deficiência  (Foto: Angop)
Portadores de Deficiência (Foto: Angop)

Falando no acto alusivo aos 12 anos da criação da associação provincial dos deficientes visuais (24 de Setembro), Emanuel Paulino, considerou ser necessário dar mais oportunidades e espaço aos portadores de deficiência, “precisamos de mais espaço na vida pública”.

Por seu lado, o presidente da associação provincial dos deficientes visuais, Henrique Nguaio, defendeu a necessidade de mais solidariedade para com os deficientes, principalmente no seio das famílias.

“Os deficientes visuais são os que precisam de mais apoio, porque até para se movimentarem necessitam de guia”, referiu o responsável afirmando que este facto leva a serem mais discriminados, porque ainda existe pessoas que sentem vergonha do guia.

A Angop apurou que a associação provincial dos deficientes visuais controla mil e 844 membros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA